segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Ligas velhas viram fita // Old stockings turn into headband

Como ficaram a saber neste post, eu gosto muito de vestir saias e vestidos, o que, no Inverno, significa usar collants ou meias de liga (gosto mais destas últimas, mas ambas têm vantagens e desvantagens). No entanto, eu sou uma destruidora de meias de nylon, pois, muitas vezes, quando as tiro no final do dia, vejo sempre um ou outro buraco. Quando a situação não dá para ser remediada com verniz de unhas e alguns pontos estratégicos, lá vão (iam) mais umas meias para o lixo...

As you found out on this post, I really like to wear skirts and dresses, which, in the Winter, means using tights or stockings (I like these last better, but both have their advantages and disadvantages). However, I am a destroyer of nylon stockings, so, many times, when I get undressed at the end of the day, I find a hole or two in them. When the problem can't be fixed with nailpolish and some stitches, the trash can is (was) the solution...


Porém, desde que li este post no 365 Coisas que posso fazer, fiquei com a consciência muito pesada (ai, o que eu já contribuí para a poluição do planeta, especialmente na altura da Queima das Fitas*!!) e prometi a mim própria nunca, mas nunca mais deitar fora meias... também não imaginava quantos usos alternativos se lhes podia dar.

However, since I've read this post on the blog 365 Coisas que posso fazer (365 things I can do), I felt very bad about that (oh my, I already contributed so much to our planet's polution, specially during "Queima das Fitas"*!!) and I promised myself never to throw away stockings again... I also didn't know about all the alternative uses you could give them.


Ora, na véspera de Natal vesti o meu vestido novo e é certo e sabido que, quando fui pôr o pijama para me ir deitar, lá detectei mais uns malfadados buracos, dos que já não têm arranjo, nas minhas ligas castanhas. Mas em vez de me dirigir ao cesto do lixo, dirigi-me para a minha caixa de reaproveitamento e as ideias começaram a fervilhar na minha cabeça.

Well, on Christmas Eve I wore my new dress and, for sure, when I went to put on my pyjamas, I spotted some of those dreaded holes, of the unfixable kind, on my brown stockings. But insted of putting them in the bin, I put them in my "repurpose box" and a million ideas started popping into my head.


Uma das coisas em que pensei logo, é que podia aproveitar a parte de renda, a liga propriamente dita, para fazer uma fita (acho que uma das razões pelas quais eu prefiro usar estas meias é precisamente o rendilhado do topo :P ). Há uns dias, lá tirei as meias e propus-me a separar a liga do resto, o que se mostrou uma tarefa muito fácil.

One of the first things I came up with, was to use the lacey part of the stocking to make a headband (I think one of the reasons I prefer stockings is because of that lacey part :P). A few days ago, I took them out of the box and started to separate the lace from the rest of the stocking, which turned out to be a surprisingly easy task.


As tiras de silicone anti-deslizante faziam-me um pouco de impressão. Pensava que as tinha de tapar de alguma forma, se não arrepelavam-me o cabelo todo. Mas antes de complicar, decidi experimentar a "fita" tal qual estava e qual não foi o meu espanto quando notei que o silicone não era assim tão mau - nem me arrepelava e, além disso, até impedia que a fita deslizasse para fora do sítio.

I felt a bit unsure about those silicone strips, that prevent the stocking from sliding down your leg. I thought I had to cover them up somehow or else they would pull on my hair. But before making it complicated, I decided to try it on anyway and I found out that the silicone wasn't that bad - it didn't hurt me and it kept the "headband" in place.

Portanto, deixei-a "ao natural" e só quis fazer alguma coisa em relação à largura. Apesar de gostar de fitas largas, como tenho o cabelo fino, elas criam sempre um efeito volumoso na parte de trás da cabeça, do qual não gosto nada. Para resolver o problema, dobrei a fita na parte que ficaria atrás e dei uns pontos. Assim, ela é larga à frente e estreita atrás.

So, I left it in its "natural" state and went on doing something about the width. Altough I like wider headbands, I have thin hair, so they always create this bulky effect on the backside of my head, which I don't like one bit. To fix this problem, I folded the back part of the headband in half and handstitched it in place. This way, the headband is wide in the front and narrower in the back.





Parte de fora//Outside
Não sei se adiantou ou não, mas como eu li que em tecidos elásticos se deve usar o ponto zig-zag, quando se cose na máquina, eu também usei uma espécie de zigzag, muito rudimentar, na costura à mão e, antes de rematar e dar o nó final, esticava a fita, para ter a certeza de que os pontos não a prendiam. O aspecto por dentro não ficou grande coisa, mas da parte de fora quase não se nota (se tivesse linha da mesma cor da renda, não se veria mesmo nada).
 

Parte de dentro // Inside
 I don't know it if helped or not, but as I read that, when working with elastic fabrics one sould use the zig-zag stitch, I did a sort of zig-zag handstitch and before doing the final stitches, I would stretch the band, to make sure that it would give out. It doesn't look very neat from the inside, but you can hardly notice from the rightside (if I had thread in the same colour of the lace, it wouldn't show one bit).










Pronto, em 15 minutos e a custo zero, fiquei com um novo acessório... Bem melhor do que ir aos saldos :)
Agora ainda tenho uma liga de renda e os dois bocados de meia, mas para estes já tenho um destino em mente! 

So, in 15 minutes and with zero cost, I got a new accesory... It surely beats hitting the  Winter sales :) 
Now I still have one lace band and 2 stocking pieces, but for those I already have something in mind :)




*Para quem não sabe, a Queima das Fitas é a festa do estudante, celebrada todos os Maios em Coimbra (apesar de, hoje em dia, também ser celebrada na maioria das cidades com universidade ou instituto politécnico). Apesar de o traje tradicional do estudante ser usado durante todo o ano, é durante a Queima que mais se vêem estudantes a usá-lo. Esse traje inclui, nas raparigas, um par de meias-calças (ou ligas) pretas.

*For those who don't know it, "Queima das Fitas" is a festival celebrated by the university students, each May, in Coimbra (although, nowadays, every town which has a university, celebrates it too). Although the traditional student outfit can be worn all year round, it's during Queima das Fitas that you see many students wearing it. The female oufit has to be worn with black tights or stockings.

3 comentários:

Luísa disse...

Uau... isso é que foi uma excelente ideia. Obrigada pela partilha.
beijinho

Papgena Made It disse...

Muito bem pensado, realmente!!!!
Antigamente, em casa dos meus avós, as minhas tias conheciam quem apanhava as malhas das meias. Meia volta lá juntavam elas uns pares e lá iam...vinham como novas! Mas, agora não conheço ninguém que faça isso!

Grey´s disse...

Eu como nao uso muitos vestidos não tenho esse problema. Mas as únicas meias de liga que tive, rasgaram-se logo no próprio dia, foram para o lixo claro, aqui está uma boa ideia sem duvida, continua a dar-nos estas dicas ;)