terça-feira, 24 de agosto de 2010

Caixas do sítio do costume

Venho só deixar uma pequena dica para quem precisa de fazer mudanças : não comprem caixas de cartão a 5 euros nas lojas de bricolagem, vão a supermercados ou hipermercados da zona e peçam as caixas onde vieram acomodados os produtos. Eu fui ao Pingo Doce e a menina foi 5 estrelas, deu-me três caixas granditas e disse que se precisasse de mais, era só voltar.

Assim ajudamos a carteira (os tais 5 euros) e o ambiente, não só porque não compramos caixas de cartão inutilmente, mas porque, de outra forma, as caixas dos supers e hipers não eram reutilizadas. O único problema é que elas vêm um pouco maltratadas, mas nada que um pouco de fita cola não resolva (não esquecer, arrancar a fita-cola antes de deitar no eco-ponto) e uma delas veio com manchas de gordura, mas forrei com jornal e ficou fina.

Outro conselho que posso dar é não tirarem o curso de Direito nem serem apaixonadas por literatura, porque a razão de precisar de tantas caixas é precisamente ter de distribuir o peso dos livros, de forma a um humano normal conseguir levantar as caixas... Outra hipótese é contratar o Hulk (o da BD)...

Pupi, (ou Pupu) já conhecida, à esquerda e a Tinota (ou Pino) à direita
Quem está a gostar das mudanças são as gatecas, que com tanta caixa disponível, aumentaram exponencialmente o número de esconderijos e túneis para brincarem :)

3 comentários:

krasiva disse...

eu já mudei muitas vezes de casa...nem sabia que as pessoas gastavam dinheiro em caixas. sempre fui aos supermercados da zona pedir. Na ultima mudança também achei que os sacos do lixo deram muito jeito. Boas mudanças

Flor de Lima disse...

Também já mudámos muitas vezes de casa e íamos buscar os caixotes às lojas. Os sacos do lixo também são muito bons para meter a roupa lá dentro. :)

sabi disse...

Pois, acho que o que não couber nas caixas, vai mesmo em sacos do lixo :)