quinta-feira, 29 de julho de 2010

Calor = Saladas = Saladino (da Ariete)

Já todos devem ter visto a publicidade desta maquineta na TV, em que uma mulher compete com um chefe japonês na arte de cortar fatias de legumes rapidamente. Antes de o comprar andei à procura aqui pela Internet de críticas, para saber se valia a pena. Encontrei poucas, sendo a maioria favoráveis, e 2 meses de uso depois também decidi deixar o meu testemunho.

Ora bem, eu acho uma boa compra, principalmente porque adoro cenoura crua e é uma seca (e perigoso para a ponta dos dedos e unhas arranjadas) ralar para pôr na salada. Aquilo é super rápido e os novos são portáteis, só precisam de ser recarregados ao fim de algumas utilizações e, pelo menos o meu, não encrava com os legumes. Ainda não experimentei tudo o que queria, mas acho mesmo um electrodoméstico super útil e que nos permite fazer pratos no dia a dia que acabamos por não fazer pois exigem algum (muito) trabalho de preparação. Além disso as lâminas são bastante versáteis e lava-se muito facilmente. Para mim, compensa o preço.
Agora, como não há bela sem senão, a única coisa que eu alteraria era o tamanho do bocal, pois é bastante exíguo. As cenouras ainda cabem inteiras, mas o resto (batata, pepino, courguete, alho francês…) tenho sempre de cortar ao meio. O efeito não é tão bonito como o do chefe japonês da publicidade, mas, se vier a sentir a necessidade de ter rodelinhas bonitas para algum prato festivo, recorro ao ralador tradicional ou à faca, como nos tempos pré-saladino. Também seria engraçado que se fossem lançando mais formatos de lâminas, que se pudessem adquirir em avulso e disponibilizassem outras cores, já que o laranjão não é das cores mais agradáveis, na minha opinião.

Um exemplo prático : hoje fiz uns bifes com arroz e queria gastar uns legumes do frigorífico. Toca a pegar no Saladino, ralei cenoura e pimento, juntei azeitonas e uma cebola roxa às meias luas fininhas, temperei com azeite, sal, vinagre e orégãos e fiz isto tudo em 5 minutos, se tanto (o que demorou mais foi descascar e cortar a cebola – da próxima também tento cortar na máquina). Esta salada foi de resto inspirada nas Cenouras Aromatizadas apresentadas no blog “A Cláudia na Cozinha?!”. Outra receita óptima para estes dias é a tradicional salada de pepino com as suas inúmeras variantes e com o Saladino as fatias ficam tão fininhas que sabem bem melhor!

*Nota : graças a Deo, já domino a técnica das hiperligações! Obrigada :)

4 comentários:

Bricolar e Poupar disse...

iii, eu ando muito desactualizada, nunca tinha visto nenhuma maquineta destas, nem sabia que existia, lol

Rita Domingues disse...

Olá Sabi, muito obrigada pelo simpático comentário! E ficarei muito contente com a visita hoje!

Papgena Made It disse...

IHHHHH!! Eu não digo que sou uma completa azelha na cozinha??? O meu pai ofereceu uma coisa destas à minha mãe e, no outro dia, ela pediu-me ajuda para cortar a cenoura. Não imaginas o estenderete que eu fiz pelo balcão (cenoura por todo o lado), as vezes que a máquina emperrou e os palavrões que me saíram pela boca fora!!!!!

Deo disse...

Olá,
ontem a passar pelo e.leclerc vi esse "utensílio". Sei que há um modelo mais antigo (acho que é branco, com umas letras verdes), mas o formato deste é bastante engraçado.
A mim não me ia compensar pois adoro facas...
Ah e para pores os links no blog, tens um simbolo por cima da caixinha da mensagem (quando a estás a escrever) que diz hiperligação (fica ao lado do simbolo para inserires a imagem).
seleccionas as palavras que queres que tenham link e depois carregas na hiperligação e inseres o link.
Desculpa se estou a ser confusa...
Gostei muito do teu blog e sê bem vinda ao meu.
Bj